Primeiro almoço depois do diagnóstico e convencimento

Sem Lactose Frango ao pesto com Ratatouille

MENU DO DIA: Ratatouille + Frango ao pesto + Salada de folhas verdes + Arroz

 

Sou uma pessoa que adora queijo e seus derivados. Nunca nem sequer imaginei uma vida sem queijo. Uma vida sem lactose seria quase como uma vida sem sentido.

Passado o desconforto que foi fazer o exame de intolerância a lactose e o retorno ao médico com o veredito fatídico, passei alguns dias em negação.

“- Então eu tenho o intestino acelerado e não ganho peso fácil, mole ignorar o problema.”

Poucos dias depois me encontrei com dois casais de amigos médicos e conversando informalmente um deles me convenceu a levar esta história um pouco mais a sério.

Por mais que eu não tenha deficiência de algum nutriente agora, ignorar a intolerância a lactose a longo prazo traria consequências nem um pouco tentadoras. Juntando a isto a disposição solidária do meu marido, resolvemos rever nossos hábitos alimentares, adaptar pratos, criar novos e transformar este fato em algo mais saboroso.

Como medida motivacional resolvi criar este blog/diário, uma forma de incentivo para que eu possa responder a pergunta que me fiz desde o dia do retorno ao médico:

– Como viver sem queijo?

Publicado por Keylla García

Terapeuta integrativa apaixonada por Acupuntura e Medicina Tradicional Chinesa. Estuda e desenvolve técnicas para o controle e alívio do estresse desde 2021. Escritora, bióloga, fotografa, videomaker, webdesigner... uma pessoa que segue, confiantemente, em direção aos seus sonhos.

Um comentário em “Primeiro almoço depois do diagnóstico e convencimento

Comentários encerrados.