Parando de fumar juntos

Keylla e Sergio02

Casal que se ama para de fumar junto #prontofalei #pausaproriso #sarcasmosépouco.
Agora falando sério: Não é bem assim esse lance de parar de fumar junto… Já é difícil pra cacete sozinho, com mau-humor dobrado é punk!

Há 5 anos atrás eu parei de fumar sozinha. Foi na marra, sem medicação nenhuma. Eu aproveitei uma crise de bronquite de fumante, junto com uma gripe mau curada e fui no embalo. Um colega do trabalho me deu uma caixinha de cristais de gengibre e foi isso que eu usei nos momentos de fissura – (Nunca mais os cristais de gengibre funcionaram em outras tentativas. Hoje só mastigando um pedaço fresco de gengibre do tamanho de um polegar com 3 milimetros de espessura pra aliviar mesmo).

Eu fiquei 2 anos sem fumar. O Sergio parou de fumar um pouco antes do meu aniversário de um ano livre do careta. Ele usou adesivo de nicotina e os cristais de gengibre. Quando fez um ano que o Sergio tinha parado e dois pra mim, eu já não suportava mais as reclamações dele: – Eu não esqueci o cigarro… A vida não tem sentido. E por ai vai…

Foi em outubro de 2012 numa festa da família do Sergio em Cláudio – MG onde – sem brincadeira – a gente viu quase toda a família pitar um cigarro na calçada da casa. Nesse dia o Sergio fumou e quando eu o vi, eu também fumei… Depois deste momento estúpido a gente voltou a fumar. Fez aniversário de um ano, dois e três… E quer saber? Tem dias que eu não vejo sentido na vida seja fumando ou não fumando. Tem dias que a gente lembra do cigarro. Tem dias que a vida tem sentido. Tem dias que parece que a gente nunca fumou.

De qualquer forma: Será que é bom parar de fumar junto com o cônjuge / namorado / filho / irmão /etc?

Parar de fumar é uma coisa que a gente faz sozinho. Mesmo se for junto. É uma coisa que só se faz por si só. Não tem como culpar o outro, esperar o outro, ou delegar para o outro. Se não partir de você não tem sentido nem tentar.

Parar de fumar é BARRA! O mau humor… A vontade de explodir com tudo… É bom ter alguém compreensivo ao lado. É bom ter apoio de quem quer que seja: amigo, família, colega de trabalho… Mas se não tiver também, na boa? Arruma apoio dentro de si mesmo, faça isso por você! Parar de fumar começa dentro da nossa cabeça!

Eu gastei um pouco mais de um ano pensando, amadurecendo a idéia, tentando e falhando… E por coincidência eu e o Sergio acabamos parando de fumar juntos, 3 anos e 1 mês depois da recaída. Ontem a noite (o dia em que escrevi esse post) fez 18 dias sem cigarro, foi um daqueles dias em que parece que eu nunca fumei e a gente comemorando trabalhando até tarde e tomando uma cervejinha no escritório (22:32 pm)… ❤ ❤

*ps: Essa fotinha super fofa foi tirada pelo Cauê (primo do Sergio) no dia em que a gente voltou a fumar a 5 anos atrás.

 

Publicado por Keylla García

Terapeuta integrativa apaixonada por Acupuntura e Medicina Tradicional Chinesa. Estuda e desenvolve técnicas para o controle e alívio do estresse desde 2021. Escritora, bióloga, fotografa, videomaker, webdesigner... uma pessoa que segue, confiantemente, em direção aos seus sonhos.