Trinta e cinco

Conservando a Grande Imagem
O mundo passa sem danificar-se
Com tranquilidade, serenidade e homogeneidade

Como a música e as iguarias
param quem viaja
A Tao emerge da boca
suave e sem sabor

Olhar não é suficiente para vê-la
Escutar não é suficiente para ouví-la
Usar não é suficiente para esgotá-la

Adaptação livre de distinção de gênero, por Keylla García.

Publicado por Keylla García

Terapeuta integrativa apaixonada por Acupuntura e Medicina Tradicional Chinesa. Estuda e desenvolve técnicas para o controle e alívio do estresse desde 2021. Escritora, bióloga, fotografa, videomaker, webdesigner... uma pessoa que segue, confiantemente, em direção aos seus sonhos.