Vinte e oito

Quem conhece a sua virilidade
e preserva a própria feminilidade
é o abismo do mundo
Não se separa da Eterna Virtude
e volta a ser criança
Conhece a claridade e resguarda a escuridão
Seja exemplar de todas as coisas sob o Céu
Quem é exemplar para todas as coisas sob o Céu
e não desvia-se da Eterna Virtude
retorna à origem primordial
Conhece a honra e conserva a humildade
Sê como o vale na Terra
Ser como o vale na Terra é permanecer na Eterna Virtude
É retornar à simplicidade da madeira bruta
Ao entalhar a madeira, ela se torna útil
Porém, a pessoa sábia permanece na simplicidade
Dessa forma, seu entalhe não prejudica ninguém
Eis uma grande incisão sem aparentar corte algum

Adaptação livre de distinção de gênero, por Keylla García.

Publicado por Keylla García

Terapeuta integrativa apaixonada por Acupuntura e Medicina Tradicional Chinesa. Estuda e desenvolve técnicas para o controle e alívio do estresse desde 2021. Escritora, bióloga, fotografa, videomaker, webdesigner... uma pessoa que segue, confiantemente, em direção aos seus sonhos.