Vinte e sete

A boa caminhada não deixa pegadas
A boa palavra não deixa imperfeição para críticas
Quem sabe calcular não precisa de medidas
A boa porta não necessita de chave para ser fechada
e mesmo assim, não pode ser aberta
Quem saber atar nós não precisa de cordas
e o nó não pode mais desatar-se

Assim, a pessoa sábia
É constante e bondosa
Salva pessoas e não abandona pessoas
Salva coisas e não abandona coisas
Isso se chama viver a luz

A boa pessoa é mestre daquela que não é tão boa
A pessoa que não é tão boa aprende daquela que é boa
Quem não valoriza aquela que ensina
e quem não ama aquela que aprende
Mesmo com inteligência, permanece desorientada
A tudo isso denomina-se Maravilha Essencial

Adaptação livre de distinção de gênero, por Keylla García.