Vinte e quatro

A pessoa que anda na ponta dos pés
não tem firmeza
A pessoa que dá um passo grande demais
não consegue avançar
A pessoa que aprecia se exibir
não alcança a iluminação
A pessoa que é excessivamente agressiva
não realiza nada notável
A pessoa que se vangloria demais
não perdura

Para a Tao essas pessoas são como
restos de alimentos em uma oferenda,
coisas desprezadas por todos

Quem possui a Tao não atua dessa forma

Adaptação livre de distinção de gênero, por Keylla García.

Publicado por Keylla García

Terapeuta integrativa apaixonada por Acupuntura e Medicina Tradicional Chinesa. Estuda e desenvolve técnicas para o controle e alívio do estresse desde 2021. Escritora, bióloga, fotografa, videomaker, webdesigner... uma pessoa que segue, confiantemente, em direção aos seus sonhos.