Vinte e uma

A abrangência da vacuidade provém inteiramente da Tao
A Tao gera todas as coisas de forma caótica e obscura
Caóticas e obscuras são as suas imagens
E dentro dessa profunda obscuridade há uma essência
A essência é absolutamente autêntica
E dentro dela há uma semente
Desde a antiguidade até hoje o seu nome nunca foi esquecido
Através dela observa-se a origem de todas as formas
Como sabemos que a origem de todas as formas é esta?
A partir da semente

Adaptação livre de distinção de gênero, por Keylla García.

Publicado por Keylla García

Terapeuta integrativa apaixonada por Acupuntura e Medicina Tradicional Chinesa. Estuda e desenvolve técnicas para o controle e alívio do estresse desde 2021. Escritora, bióloga, fotografa, videomaker, webdesigner... uma pessoa que segue, confiantemente, em direção aos seus sonhos.