Por quê o contato com a água na natureza alivia o estresse?

Somos formados por 70% de água salgada, uma água que corre através dos fluidos corpóreos e do sangue, a mesma água que possibilita as reações e trocas que ocorrem entre as células do corpo um dia caiu de uma nuvem ou se condensou em orvalho da manhã.

Toda vez que entramos em contato com a água vivemos um encontro, um reencontro – praticamente toda a água que existe no mundo sempre esteve aqui. Salvo um ou outro meteorito que cai na Terra e trás em si um pouco de água.

Se toda água que existe no planeta sempre existiu e está em constante movimento, mudança, transformação, mutação e transmutação – quando nos encontramos com a água na natureza a água também se encontra com nossa água interior.

Na pratica: Bebemos água e fazemos xixi todos os dias, da mesma forma a água do oceano evapora e se condensa em nuvens, se desloca com o vento e chove nas montanhas, se infiltra no solo e nutre os lençóis freáticos e as nascentes.

Este fluxo infinito nos conecta com o planeta, e por isso, quando nos encontramos com o mar, quando mergulhamos numa cachoeira, molhamos os pés em um riacho… enfim, sempre que trocamos energia com a água também nos reenergizamos com essa energia ancestral que ela representa.

É claro que no correr da vida, talvez essa explicação pareça ser poética demais, ou fantasiosa demais, mas as pessoas atentas sabem que é justamente nas sutilezas que encontramos verdades óbvias.

🤸🏻‍♀️✨ Pra Acupuntura e pra medicina tradicional chinesa a água guarda em si todas as possibilidade, inclusive a possibilidade de aliviar o estresse e renovar nossas energias.

Publicado por Keylla García

Terapeuta integrativa apaixonada por Acupuntura e Medicina Tradicional Chinesa. Estuda e desenvolve técnicas para o controle e alívio do estresse desde 2021. Escritora, bióloga, fotografa, videomaker, webdesigner... uma pessoa que segue, confiantemente, em direção aos seus sonhos.