36 anos e nenhum botox

Confesso que todas as vezes que fui ao dermatologista nos últimos anos perguntei sobre botox. Tenho curiosidades oras, e tenho alguns questionamentos recorrentes na minha cabeça: – Quero abrir mão da minha expressão facial? Acho bonito ou acho esquisito testas congeladas e rostos esticados? Se eu não fizer vou me arrepender depois? A verdade éContinuar lendo “36 anos e nenhum botox”

O que significa não ter um diagnóstico?

Hoje fui a minha sessão de acupuntura semanal. Contei sobre o retorno na Reumatologista, falei sobre não ter fechado um diagnóstico de Espondilite e me encaminhado para o Ortopedista. Na ressonância magnética apareceu uma pequena lesão na bacia e também indicou uma desidratação nos discos das vértebras L4 e L5. O ortopedista por sua fez,Continuar lendo “O que significa não ter um diagnóstico?”

Minha jornada começa aqui

Eu sempre flertei com práticas orientais como a yoga, meditação, acupuntura, aromaterapia, feng shui… Sempre flertei com ser uma pessoa atlética que corre todos os dias de manhã cedinho, que se exercita regularmente, que se alimenta conscientemente… Acontece que flertar com estes estereótipos do que “eu quero ser” nunca foi suficiente para mudar minhas atitudes.Continuar lendo “Minha jornada começa aqui”

O diagnóstico para Espondilite Anquilosante

Na minha busca por investigar uma possível doença reumática, aconteceu de receber o diagnóstico para Espondilite Anquilosante dia 14/01/21. E desde então eu me vi triste e perdi o sono sábado a noite enquanto experimentava uma sensação sufocante de medo… A Alice levantou e me distraiu conversando comigo. Sabe, eu não fiz todos os testeContinuar lendo “O diagnóstico para Espondilite Anquilosante”

Sempre é possível transformar situações ruins em algo positivo

Ontem eu fui a um reumatológica aleatório que marquei pelo aplicativo da Unimed BH, isso porque, das indicações que tive consegui marcar uma médica em abril e a outra não atende novos clientes pelo plano de saúde… Uma prática cada vez mais comum entre médicos em BH, e que me deixa muito desconfortável, mas enfimContinuar lendo “Sempre é possível transformar situações ruins em algo positivo”

Será que junto com 2020 também vou me despedir das pizzas e das cervejas?

Nós últimos dias eu me peguei olhando para os potes de yogurte natural que o Serginho comprou na última ida ao supermercado. Ele bebe um yakult e enquanto uma parte de mim pensa: que delícia – a outra parte diz: proteínas do leite e inflamação do intestino… Ontem ele comeu uns pãezinhos com queijo canastraContinuar lendo “Será que junto com 2020 também vou me despedir das pizzas e das cervejas?”